12/12/2019 - Ponto eletrônico passa a ser obrigatório em todas as unidades da Hemorrede



Determinação, publicada em portaria, vale a partir do dia 1º de janeiro

Todos os colaboradores, celetistas e servidores públicos, que atuam na Hemorrede Pública de Goiás, deverão, a partir do dia 1 de janeiro de 2020, registrar a frequência em ponto eletrônico nos equipamentos disponíveis na unidade em que atuam, de acordo com a portaria 1.034, de 9 de dezembro de 2019. A determinação, que já se aplicava para os colaboradores do Hemocentro Coordenador Professor Nion Albernaz, passa a valer agora para todas as unidades do Estado.

A portaria estabelece ainda os casos de exceção para a determinação, como colaboradores que exerçam atividades externas, além de citar as penalidades para o não cumprimento da determinação. A portaria tem como objetivo atender a Instrução Normativa nº 06/2012 da Segplan, de 14 de junho de 2012, o Decreto Estadual nº 8.320, de 12 de fevereiro de 2015, que trata da obrigatoriedade do sistema em órgãos e entidades integrantes do poder executivo de Goiás, e a Portaria nº 290/2019 do Idtech, de 28 de junho de 2019, que determina o registro eletrônico de ponto biométrico. Todas as unidades já contam os equipamentos, um para celetistas e outro para servidores públicos.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS