Goiânia, 01 de setembro de 2014    

Notícias Idtech

(03/12/2012) Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos

Provas objetivas ocorreram no Centro de Salas da UFG, sem nenhuma intercorrência. Apenas oito inscritos para a residência médica faltaram. Próxima etapa será no dia 15 de dezembro, com prova prática

A primeira etapa do processo seletivo para a residência médica no Hospital Alberto Rassi – HGG ocorreu neste domingo, dia 2 de dezembro, sem nenhuma intercorrência. Apenas 8 dos 277 inscritos faltaram. As provas com 100 questões objetivas foram realizadas das 8 às 12 horas no Centro de Salas D da Universidade Federal de Goiás (UFG). De acordo com os candidatos, a prova continha temas mais práticos sobre o exercício da medicina.

O processo seletivo vai preencher 32 vagas em 15 especialidades e uma subespecialidade para programas com duração de dois a cinco anos, carga-horária de 60 horas semanais e bolsa-auxílio R$ 1.916,45. O concurso, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde e pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização social gestora da unidade de saúde, teve maior procura pelas especialidades de neurologia (26 inscritos), otorrinolaringologia e endocrinologia, ambas com 22.

Além dos 30 fiscais que deram suporte ao processo seletivo, as provas foram acompanhadas pelo coodenador da Comissão de Residência Médica do HGG, Wander Alves Mendes, e do chefe de cirurgia geral, Héber Cardoso. Os coordenadores do Idtech, José Cláudio Romero e Lúcio Dias Nascimento, também supervisionaram os trabalhos.

Para a médica Geovana Cornélio de Deus, a prova teve questões bem claras, não baseadas em “decoreba”. “Não haviam fórmulas prontas, que acabam por rotular os alunos”, disse a candidata para a vaga de neurologia. Ela, que trabalha em uma unidade pública de saúde em Aparecida de Goiânia, elogiou também as questões referentes ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Eu vivencio o SUS 24 horas por dia e consegui responder as perguntas pelo que passo na prática”, explica. A avaliação teve 20% das questões sobre o SUS.

A estudante Larissa Roriz de Castro considerou a prova extensa comparada a do ano anterior, que era de 50 questões. “Mas as perguntas foram mais bem elaboradas e teve temas mais pertinentes à profissão”, disse a candidata para cardiologia. O candidato José Luiz da Silva, que fez Clínica Médica no HGG, está concorrendo a uma vaga de endocrinologia e tem a mesma opinião. “O conteúdo tem mais a ver com o que precisamos na prática.”

Prova prática

Pela primeira vez o concurso de residência do HGG terá também prova prática com atores. Esse tipo de prova só existia até então no Hospital das Clínicas. De acordo com o coordenador do Coreme, Wander Alves Mendes, a avaliação será no próprio HGG, dia 15 de dezembro. Uma equipe de 15 a 20 médicos avaliarão os cerca de 60 candidatos, que terão cinco minutos para examinar o ator que vai interpretar os sintomas de uma doença. Serão montadas cinco estações de avaliação.

Fonte: IDTECH / HGG








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos
  • Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos
  • Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos
  • Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos
  • Primeira etapa de processo seletivo do HGG recebe 269 candidatos





IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700