15/03/2019 - No Dia Mundial do Rim, HGG atende mais de 500 pessoas no projeto Saúde na Praça



Ação aconteceu nesta quinta-feira, 14 de março, na Praça Abrão Rassi, localizada em frente ao hospital

Em comemoração ao Dia Mundial do Rim, o Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, em parceria com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), promoveu uma edição especial do projeto Saúde na Praça. Nesta quinta-feira, 14 de março, entre 7 e 16 horas, 566 pessoas realizaram testes rápidos de urina, aferição de pressão, cálculo de Índice de Massa Corpórea (IMC), testes de glicemia, além de orientações com médicos nefrologistas, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas. A ação aconteceu na Praça Abrão Rassi – HGG, localizada em frente a unidade hospitalar.

Em 2019, o mote da campanha nacional foi “Saúde dos rins para todos”, e teve o objetivo de reduzir o impacto da doença renal em todo o mundo. A nefrologista do HGG, Ivana Souza Nunes, explica que é importante que a população saiba que as principais doenças relacionadas aos problemas renais são hipertensão e diabetes. “Quando é feito o diagnostico precoce, é possível prevenir as complicações da doença renal crônica e retardar a progressão da doença. Quando se descobre em estágio avançado, a pessoa pode precisar passar por tratamento com diálise, hemodiálise, ou até transplante renal” explicou.

Para evitar complicações nos rins, a orientação é ter uma vida saudável com a prática regular de exercícios físicos e alimentação balanceada. A redução do uso do sal é uma dica importante que foi repassada ao público que esteve na ação. “Muitas pessoas colocam o sal na comida e depois ainda acrescentam mais devido à facilidade do saleiro de mesa. Isso deve ser evitado. Além disso, o sódio é um componente do sal, mas também está presente inclusive em alimentos doces, pois é usado como conservante. É preciso ficar alerta”, explicou a nutricionista Ana Paula Dorta.

A dona de casa Juliana Jara Nunes relatou que o marido não abre mão de temperos industrializados. “Eu já falei para ele que é veneno, mas ele não me escuta. Eu tento diminuir, mas é difícil. As nutricionistas deram a receita de um tempero com ervas e pouco sal. Vou utilizar em casa. Há algum tempo eu venho mudando meus hábitos diários evitando comer arroz, priorizando as verduras e também deixei de jantar, como apenas frutas à noite”, declarou.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS