Goiânia, 01 de outubro de 2014    

Hospital Alberto Rassi - HGG





O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) assumiu a gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG no dia 15 de março de 2012. A organização social foi muito bem avaliada no chamamento público número 0005/2011 da Secretaria de Estado da Saúde, cujo resultado foi publicado no Diário Oficial no dia 02 de janeiro de 2012. A nota que a colocou em 1ª colocada no quesito capacidade gerencial foi de 79,7 pontos, em uma escala que vai até 100. O 2° colocado, obteve 66,8 de nota. O Idtech concorreu com outras três entidades da Bahia, que não recorreram da decisão. O contrato de gestão entre Governo de Goiás e a organização foi homologado com validade anual e possibilidade de prorrogação por mais cinco anos.

O Hospital

O Hospital Alberto Rassi – HGG iniciou suas atividades na década de 1970, vinculado ao Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). Funcionou por cerca de 20 anos no atendimento a emergências, urgências, maternidade e tratamento eletivo em várias especialidades.

O HGG foi transferido para a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES/GO) por força do Termo de Cessão de Uso nº 26 de 04/12/1990, em conformidade com o Decreto nº 94.657 de 28/07/1987 do Governo do Estado de Goiás e da Fundação Hospitalar do Estado de Goiás.

Em 1991, o Hospital foi fechado para reforma geral, sendo suas atividades absorvidas pelo Hospital de Urgências de Goiânia, Hospital de Doenças Tropicais e por outras três maternidades.

Reaberto, em maio de 1998, como órgão da administração direta, com proposta de atendimento parcial em nível terciário para prestação de serviços de médias e altas complexidades, realizando atendimento especializado, cirurgias eletivas de alto custo e procedimentos diagnósticos.

Em março de 2012, passou a ser gerenciado por uma organização social. O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) venceu o chamamento público da Secretaria de Estado da Saúde, com a melhor proposta técnica. A OS goiana, fundada em 2005, promoveu um verdadeiro choque de gestão no hospital, com ações transparentes, proporcionando um melhor atendimento ao usuário.

Classificado pelo Ministério da Saúde como Hospital de Referência Nível VIII, o HGG é considerado uma unidade de saúde de referência estadual e interestadual que oferece atendimentos terciários e quaternários, ou seja, de alta complexidade, em áreas especializadas de diagnósticos e terapias, dentro dos princípios da universalização da assistência, com garantia de acesso igualitário à saúde, resguardando os princípios constitucionais.




MISSÃO:
Garantir assistência multiprofissional especializada aos usuários do SUS no Estado de Goiás, contribuindo para o desenvolvimento científico na área da Saúde.



VISÃO:
Ser um centro de excelência nacional em assistência especializada, ensino e pesquisa.



PERFIL:
“Hospital de assistência, ensino e pesquisa, especializado em média e alta complexidade, com foco eletivo, ofertando serviços terciários regulados pelo SUS e de referência para a região metropolitana de Goiânia e todo o Estado”.



VALORES:
Honestidade, Transparência, Excelência, Compromisso com a clientela, Atenção com os colaboradores, Participação, Eficiência, Consciência ecológica, Qualidade de vida, Responsabilidade.




Conselho de Excelência

O Conselho de Excelência do Hospital Alberto Rassi - HGG, criado por meio decreto do governador de Goiás, Marconi Perillo, no dia 18 de maio, tem como finalidade acompanhar a implementação das ações previstas no contrato de gestão entre a Secretaria do Estado de Saúde e a organização social Idtech, para o gerenciamento da unidade de saúde. É formado por membros da classe médica, da sociedade civil organizada, do meio acadêmico e do Judiciário goiano.

Clique aqui para conhecer os membros do Conselho (arquivo em pdf).

Objetivos

A proposta do Idtech prevê aumento da capacidade de atendimento e ganho na qualidade da assistência a partir do seu novo modelo de gerenciamento, por meio contrato de gestão. Prevê a colocação de todos os setores do hospital em funcionamento pleno e a ampliação do número de leitos.

• Buscar a melhoria da qualidade da gestão e o atendimento dos critérios de excelência: liderança, estratégias, foco no cliente, informação e análise, gestão de pessoas, gestão de processos e resultado da organização.

• Exercer a política de humanização do atendimento;

• Otimizar o uso da capacidade instalada;

• Otimizar a utilização dos recursos disponíveis;

• Valorizar os trabalhadores envolvidos no processo, fortalecendo sua motivação, o autodesenvolvimento e o crescimento profissional, incentivando-os para a mudança das práticas e melhorias dos serviços de saúde ofertados a população;

• Promover a excelência em atendimento visando a satisfação dos clientes internos e externos;

• Liderar implementações que possam aprimorar a qualidade do serviço prestado;

• Melhorar as condições de trabalho;

• Adequar os serviços ao ambiente, respeitando a privacidade e promovendo a ambiência acolhedora;

• Resgatar os fundamentos básicos que norteiam as práticas de saúde no Sistema Único de Saúde, reconhecendo os gestores, trabalhadores e usuários como sujeitos ativos das ações de saúde;

• Promover a seleção de profissionais;

• Possibilitar a readequação e o aperfeiçoamento profissional dos recursos humanos existentes e a disponibilização de profissionais para suprir os déficits existentes;

• Formar e capacitar os recursos humanos envolvidos, bem como disponibilizar novos profissionais sempre que se fizer necessário;

• Oferecer a melhor alternativa assistencial disponível para as demandas dos usuários, considerando a disponibilidade assistencial do momento;

• Aperfeiçoar os recursos tecnológicos existentes e implantar significativas melhorias na área;

• Implantar estratégias de avaliação dos serviços desenvolvidos visando aferir o desempenho dos profissionais envolvidos, o grau de satisfação dos usuários em relação aos prestadores de serviços, garantindo assim a qualidade de atendimento prestado;

• Implantar um sistema efetivo de metas e indicadores;

• Ser um instrumento para fortalecimento da gestão da Secretaria de Estado da Saúde / Governo de Goiás.






Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700